1 de abr de 2018

SOBRE O (possível) FRACASSO DO LIVRO “CONCEITO ROSACRUZ DO COSMOS”

por Jonas Taucci

Então Jesus, tomando a palavra, tornou a falar-lhes em parábolas, dizendo: O Reino dos Céus é como um rei que preparou as bodas do seu filho. E mandou os seus empregados chamar os convidados para a festa, mas estes não quiseram vir. O rei mandou outros empregados, dizendo: Dizei aos convidados: já preparei o banquete, os bois e os animais cevados já foram abatidos e tudo está pronto. Vinde para às bodas! Mas os convidados não deram a menor atenção: um foi para o seu campo, outro para os seus negócios, outros agarraram os empregados, bateram neles e os mataram. O rei ficou indignado e mandou suas tropas, para matar aqueles assassinos e incendiar a cidade deles. Em seguida, o rei disse aos empregados: As bodas estão preparadas, mas os convidados não foram dignos dela. Portanto, ide às encruzilhadas dos caminhos e convidai para as bodas todos os que encontrardes. Então os empregados saíram pelos caminhos e reuniram todos os que encontraram, maus e bons. E a festa nupcial ficou cheia de convidados. Quando o rei entrou para ver os convidados observou ali um homem que não estava usando traje de bodas e perguntou-lhe: Amigo, como entraste aqui sem o traje de bodas? Mas o homem nada respondeu. Então o rei disse aos que serviam: Amarrai os pés e as mãos desse homem e jogai-o fora, na escuridão! Ali haverá choro e ranger de dentes. Porque muitos são chamados, e poucos são escolhidos. (Evangelho de Mateus – 22: 01 a 14)

Recordo-me de não haver muitas pessoas naquele restaurante vegetariano, final dos anos 80. Esta prática alimentar não estava tão difundida como hoje (TV, rádio, revistas, jornais, livros, comércio, redes sociais, artistas divulgando...).

Após a refeição, pedi as sobremesas; acompanhava-me o irmão probacionista José Gonçalves Siqueira. Falávamos sobre uma recente palestra minha, realizada no Centro Rosacruz de Santo André, com respeito a passagem bíblica acima, onde resumidamente, e à luz dos Ensinamentos da Sabedoria Ocidental, foi exposto:

1) REI – O Deus de nosso Sistema Solar.

2) FILHO – Cristo, o maior iniciado do Período Solar.

3) BODAS – O segundo advento de Cristo.

4) SERVOS – Ensinamentos Crísticos.

5) CONVITE A TODOS – A iniciação aberta a todos.

6) MORTE DOS SERVOS – Os que não aceitam a sequência do processo de evolução e “matam” os servos (recusam-se a receber o convite às bodas).

7) TRAJE – O Corpo Alma, que nos possibilitará este encontro com Cristo nos ares.

8) CHORO, RANGER DE DENTES E ESCURIDÃO – Os que não desenvolverem o Corpo Alma, e irão se atrasar na jornada evolutiva.

O irmão Siqueira elogiou minha palestra, mas disse:
- Você esqueceu de algo importante:

Suspendi a respiração por alguns instantes.

- Esta parábola - continuou meu amigo - Cristo direciona também à duas classes específicas, como informa o capítulo precedente de Mateus (21: 23 a 46), a saber

***SUMOS SACERDOTES.  Em hebraico Kohen Gadol. O mais alto posto religioso; coordenava os ofícios religiosos e sacrifícios no tabernáculo e posteriormente no Templo em Jerusalém. Para ocupar este cargo era necessário pertencer a linhagem de Levi, estudar horas por dia, dias por semana, durante anos.

*** ANCIÃOS DO POVO. Em hebraico Zaqén. Eram os representantes do povo para decisões religiosas, e com o passar do tempo, decisões políticas também.

E continuou:

- Unicamente nos acomodarmos em estudos, posições hierárquicas, cargos, frequências físicas, nos (diversos) meios espiritualistas, não nos fará – de forma alguma - tecer o Traje de Bodas; esta parábola foi a mensagem de Cristo (também) aos Sumos Sacerdotes e os Anciãos do Povo, na verdade, tipos comportamentais. Há que se praticar os preceitos Crísticos!

E concluiu:

- Max Heindel considerou um possível fracasso o livro Conceito Rosacruz do Cosmos, ao escrever em sua Carta aos Estudantes #16:

Alguns só se interessam pela concepção intelectual, e, a menos que o livro dê ao estudante um desejo fervoroso de transcender o caminho do conhecimento e prosseguir pelo caminho da devoção, em minha opinião, esse livro será um fracasso”.

Lembrei que o caminho rumo ao probacionismo, inicia-se pelo Curso Preliminar, cuja fonte é o Conceito Rosacruz do Cosmos.

Fica evidente que esta colocação do Sr. Heindel (fracasso), não está relacionada em termos de divulgação, vendagem, visitas, “curtidas” ou consultas, haja visto que o referido livro está traduzido (física e virtual) para os principais idiomas do mundo, de forma gratuita.

O sucesso (ou não) desta obra, é individual a cada ser humano.

Ressaltando ainda que este “traje de bodas”, citado na parábola acima, está contido no sagrado símbolo rosacruz, e descrito como consegui-lo, no Ritual de Cura (...a estrela dourada simboliza o dourado manto nupcial tecido através de uma vida pura).

Vai a sugestão para leitura, o livro Como conheceremos Cristo quando ele voltar”, (baixe aqui)  de Max Heindel. Obra centrada no “traje de bodas”.

As saladas de frutas vieram, mas para mim a verdadeira (e deliciosa) sobremesa, foi o complemento da palestra, oferecido pelo irmão José Gonçalves Siqueira... (veja aqui, biografia de José Gonçalves Siqueira)

OUTRAS SUGESTÕES DE CONSULTA:

Nosso interior: para detectar os “Sumo Sacerdotes” e “Anciões do Povo”.
Livros de Max Heindel:
-  Conceito Rosacruz do Cosmos: Diagramas 02, 06, 14 e capítulo XV.
-  Filosofia Rosacruz em P&R / Volume II / Pergunta # 133.
-  Cartas aos Estudantes # 16.
Bíblia: Novo Testamento, Evangelho de: - Mateus 21: 23 a 46. e Mateus 22: 01 a 14.

Nenhum comentário:

Postar um comentário