9 de fev de 2013

O Sacrifício Humano

(por Osvado Madureira)
(uma gravura e um texto para reflexão)
 
Ref.: Hebreus, cap.9
Já na Antiga Aliança era ensinado à humanidade que ela deveria sacrificar o melhor espécime de seu rebanho a Jeová, o Espírito de Raça.
A humanidade comum dessa época identificava a sua "natureza inferior" com o reino animal e sacrificar o melhor do seu rebanho era como sacrificar a sua própria Natureza Superior. Era um sacrifício sem eficácia para aperfeiçoar a consciência de quem se prestava ao culto. O Tabernáculo no Deserto erigido nessa época, servia de ligação do homem com Deus. E aos vanguardeiros da humanidade ali era dada a Iniciação.
Versículo 23: "Era necessário, portanto, que as figuras das coisas que se acham nos céus se purificassem..."
 
A Nova Aliança inaugurada por Cristo vem resgatar a humanidade que, cristalizada pelo egoísmo corria o perigo de ter a sua evolução frustrada. Cristo o mais alto Iniciado do Período Solar, vem através de Seu AUTO SACRIFÍCIO resgatar os pecados do Mundo, purificando os corpos vital, de desejos e mental do planeta Terra ( vers.23 a 26).
Versículo 27: "E assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez e, depois disso vem o juízo, assim também Cristo se ofereceu uma só vez para apagar os pecados de muitos..."
O sangue derramado por Jesus Cristo (em cinco pontos), O torna Regente da Terra, e assim permanecerá até que uma classe da humanidade cresça e atinja a Sua estatura, quando então receberá de Cristo, na Sua segunda volta, o legado de reger a Terra (vers. 27 e 28). 
(publicado no ECOS da Fraternidade Rosacruz-Sede Central do Brasil, março, 1997)

Nenhum comentário:

Postar um comentário