12 de fev de 2015

Corpo Alma e o Mundo do Desejo

por Osvaldo Madureira
A Filosofia Rosacruz ao tratar do Corpo Alma nos esclarece que ele é formado pelos dois éteres superiores do Corpo Vital: o Éter Refletor e o Éter de Luz. É nele que se corporificam as forças do bem que praticamos em nossas vidas.
Três evangelhos descritos em Mt. 8, 18 e 23-27, Mc 4, 35-41 e Lc. 8, 22-25 fazem alusão de forma velada, ao Corpo Alma do Aspirante e sua integração a um Grupo de trabalho nos planos supra-físicos. Escolhemos, a narrativa de Matheus como base de interpretação.

“Vendo Jesus que estava cercado de grandes multidões”,
Jesus é cercado por multidões de seguidores, que buscam dele toda sorte de auxílio para curar seus males, porém há um grupo peculiar, que o segue por afinidade (semelhantes aos seus discípulos). Estes anseiam por aprender o evangelho e predica-lo de forma racional e devocional; e à medida que o fazem, alcançam o mérito de incorporar aos seus éteres superiores do Corpo Vital, a dourada essência de seu trabalho que é amoroso e desinteressado.

“ordenou que partissem para a outra margem do lago”.
A ordem de Jesus a seus discípulos se estende também a todo Aspirante à vida superior:
·    quando este envereda o caminho da virtude e da verdade;
·    quando o Amor Crístico acende  em seu coração;
·    quando a pureza do ato criador é respeitada;
·  quando predica o evangelho do silêncio, como modelo vivo de  conduta exemplar;
·    quando o orgulho intelectual se transforma em humildade;
·   quando a empatia pelos semelhantes toca fundo seu coração;
·   quando ama ao próximo como a si mesmo;
·   quando o propósito de servir altruisticamente se tornou o objetivo maior da sua existência.

Então é chegada a hora de partir para a outra margem, para trabalhar conscientemente nas esferas dos Mundos supra-físicos (a outra margem do lago). O Aspirante devoto tem seus éteres superiores maduros, corporificados, iluminados e dourados, e anseia seguir o seu próprio mestre, o Eu Superior, então num esforço velado pelo simbolismo onírico Ele afrouxa a união dos seus éteres Superiores dos inferiores, libertando-se para vôos da alma, pronto para a missão que o espera.  Um novo passo na evolução do Espírito foi dado, o Aspirante agora é neófito nos Mundos supra-físicos e é assistido por um "Mestre".  Mas à medida que avança no aprendizado, o "Mestre" se retira. Só, o Aspirante, tem que continuar o seu caminho guiado pela sua Natureza Superior. Sereno navega mundos afora, absorvendo as lições pertinentes a eles, trabalhando e emancipando-se cada vez mais.

A tempestade acalmada.

“Depois disso, entrou no barco e os seus discípulos o seguiam”.
O Aspirante, agora se acha integrado a um grupo de trabalho nos planos internos. Este grupo, a exemplo dos Apóstolos, é formado de doze Auxiliares liderados por um outro Auxiliar Invisível que pode ser um médico. Eles prestam serviços mais eficientes ao próximo, são doze raios coesos em ação. Trabalham em harmonia com o Raio de Cristo e identificam-se em uníssono com o ideal da Era Aquariana que se aproxima. Se aplicam ao pioneirismo de viver nos ares ou seja em Corpo Alma: o veículo futuro da humanidade. Assim apressam a libertação do Cristo Cósmico da sua missão na Terra.

“E nisso, houve no mar uma grande agitação, de modo que o barco era varrido pelas ondas. Ele entretanto dormia”.
A humanidade é passiva de tentação e por vezes soe ceder a ela, pois ainda não tem a fortaleza do Cristo Cósmico.
Ao navegar em águas infernais das regiões inferiores do Mundo do Desejo (simbolicamente o mar), o Eu inferior dos integrantes do Grupo se sente robustecido e como é carente de experiências dessas regiões, amotina, e temporariamente dirige as ações. Então o Eu Superior adormece.
Por fim o Grupo sem o domínio que exige a situação acaba sendo envolvido pela turbulência das forças de repulsão atuantes nessas regiões e dos seres que nela habita, e sente-se perdido.
Pedem ajuda ao Mestre.
Este vem em seu socorro, expulsa os demônios que deles tentam apossar-se, serena os mares e devolve as ações ao Eu Superior que estava adormecido. Por fim adverte o Grupo  com as palavras:

“Homens de pouca fé” .
A fé era a virtude que deveria estar devidamente consolidada nos membros do Grupo aspirante, e era exatamente ela a mais eficaz para manter o Grupo imune nas regiões infernais do Mundo do Desejo.
A fé remove montanhas! A fé é a força que nos faz acreditar nas divinas providências do Pai, ela nos lembra a cada instante que somos parte integrante de Deus e que nunca somos esquecidos por Ele.
O Aspirante aprendeu a lição; mergulhou nas regiões infernais do Mundo do Desejo e contatou suas criaturas, agora ele conhece suas origens, “modus operantis” e o antídoto, a : o escudo que o protege das forças do mal. E assim novas lições e oportunidades de trabalhos virão para o Aspirante e ao Grupo.
Nos versículos 28 a 34, Os dois endemoninhados gadarenos, encontramos a nova lição que se apresenta ao Aspirante no Mundo do Desejo: “Expulsar demônios”.

O Corpo Alma é o “Dourado Manto Nupcial” citado no Ritual Serviço de Cura .
Para entender melhor veja também:
Alma e Corpo-Alma
Capítulo I do Conceito Rosacruz do Cosmos

3 comentários:

  1. Muito agradeço a preciosa partilha, não só aqui como o texto do outro blog - devocional - que tive oportunidade de ler. Minha querida Maria Lázara, nem sei como agradecer, pois estas partilhas vieram ajudar-me muito na minha tentativa de compreensão destes fenómenos no momento, e são de imensa utilidade para complementar as leituras que estou a fazer. Sou muito grata mais uma vez.
    Abraço fraterno. Lúcia Reixa Silva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em saber, Lucia, que esta atividade, que tanta satisfação me dá, está sendo útil.
      Mas, um fato é incontestável: diz o ditado popular "quem procura encontra" e nos evangelhos: "pedi e vos será dado" . Assim sendo, fico feliz se, no momento fui o instrumento.
      Abraço e Que as rosas floresçam e.m vossa cruz

      Excluir
    2. E na vossa também...
      Grata sou, abraço
      Lucia

      Excluir